Quatro conselhos do Papa Francisco aos jovens

Na mensagem para a Jornada Mundial da Juventude 2017, o Papa Francisco sugere quatro hábitos para que os jovens imitem Maria e, assim, caminhem «não só fazendo memória do passado, mas também com valentia no presente e esperança no futuro».

Do Papa

No final da JMJ de Cracóvia (2016) indiquei a próxima meta da nossa peregrinação que, com a ajuda de Deus, nos levará ao Panamá em 2019. Acompanhar-nos-á neste caminho a Virgem Maria, a quem todas as gerações chamam bem-aventurada (cf. Lc 1,48). A etapa seguinte do nosso itinerário está ligada com a anterior, centrada nas bem-aventuranças, mas impulsiona-nos a seguir em frente. O que desejo é que vós, jovens, caminheis não só fazendo memoria do passado, mas também com valentia no presente e esperança no futuro. Estas atitudes, sempre presentes na jovem Mulher de Nazaré, encontram-se refletidas claramente nos temas eleitos para as três próximas JMJ. Este ano (2017) vamos refletir sobre a fé de Maria quando disse no Magnificat: E o Todo-poderoso fez em mim grandes coisas» (Lc 1,49).

Como manter-se unidos, seguindo o exemplo de Maria

De Maria diz-se que conservava todas as coisas, meditando-as no seu coração (cf. Lc 2,19.51). Esta rapariga simples de Nazaré ensina-nos com o seu exemplo a conservar a memória dos acontecimentos da vida, e também a reuni-los, recompondo a unidade dos fragmentos, que unidos podem formar um mosaico. Como podemos, então, exercitar-nos concretamente nesse sentido? Dou-vos algumas sugestões.

1. O exame de consciência

No final de cada dia podemos deter-nos uns minutos a recordar os momentos formosos, os desafios, o que nos saiu bem e, também, o que nos saiu mal. Deste modo, diante de Deus e de nós próprios, podemos manifestar os nossos sentimentos de gratidão, de arrependimento e de confiança, anotando-os também, se quiserdes, num caderno, uma espécie de diário espiritual.

D. Javier Echevarría, na sua carta pastoral de janeiro de 2016, assegurava que «o exame de consciência, procurar remédio para as nossas faltas, é uma tarefa de amor». E recomendava este conhecimento diário da alma à luz de Deus


2. Leitura da Palavra de Deus

Lendo o Magnificat apercebemo-nos do conhecimento que Maria tinha da Palavra de Deus (...). Para que também vós, jovens, possais cantar um Magnificat totalmente vosso e fazer da vossa vida um dom para toda a humanidade, é fundamental que conecteis, com a tradição histórica, a oração daqueles que vos precederam. Daí a importância de conhecer bem a Bíblia, a Palavra de Deus, de a ler todos os dias confrontando-a com a vossa vida, interpretando os acontecimentos quotidianos à luz de quanto o Senhor vos diz nas Sagradas Escrituras.

Com mais de 38.700 ligações internas, um peso de apenas 6,6 megabytes e um desenho que permite o fácil manejo de uma obra tão extensa, a edição digital da Bíblia da Universidade de Navarra está já disponível em pré venda nas plataformas iBooks da Apple, Amazon Kindle e Google Play Books.

- Sagrada Bíblia Universidade de Navarra

iTunes: Sagrada Bíblia da Universidade de Navarra.
Amazon: Sagrada Bíblia da Universidade de Navarra.
Google Play Books: Sagrada Bíblia da Universidade de Navarra.
Página da Bíblia de la Universidade de Navarra (EUNSA)

- Sagrada Bíblia Universidade de Navarra (Edição latino-americana)

iTunes: Sagrada Bíblia da Universidade de Navarra.
Amazon: Sagrada Bíblia da Universidade de Navarra.
Google Play Books: Sagrada Bíblia da Universidade de Navarra.

3. Santa Missa e sacramento da Confissão

Maria ensina-nos a viver numa atitude eucarística, isto é, a dar graças, a cultivar o louvor e a não ficarmos apenas presos aos problemas e dificuldades. Na dinâmica da vida, as súplicas de hoje serão motivo de agradecimento amanhã. Deste modo, a vossa participação na Santa Missa e os momentos em que celebrareis o sacramento da Reconciliação serão simultaneamente cume e ponto de partida: as vossas vidas renovar-se-ão cada dia com o perdão, convertendo-se em louvor constante ao Todo-poderoso.

Confissão: um guia passo a passo (com exames de consciência por idades)

10 razões para ir à Missa ao domingo.

Opus Dei - Guia visual para a confissão

Aprender dos avós e cuidar dos idosos

Vimos que o Magnificat brota do coração de Maria no momento em que se encontra com a sua anciã prima Isabel, que, com a sua fé, com o seu olhar perspicaz e com as suas palavras, ajuda a Virgem a compreender melhor a grandeza do agir de Deus nela, da missão que Ele lhe confiou. E vós, dais-vos conta da extraordinária fonte de riqueza que significa o encontro entre os jovens e os idosos? Que importância dais aos vossos idosos, aos vossos avós?

(...) Vós, jovens, tendes o vigor; os idosos, a memória e a sabedoria. Como Maria com Isabel, dirigi o vosso olhar para os idosos, para os vossos avós. Eles contar-vos-ão coisas que entusiasmarão a vossa mente e emocionarão o vosso coração.
*****

Queridos jovens, encomendo à maternal intercessão da Bem-aventurada Virgem Maria o nosso caminho para o Panamá, bem como o itinerário de preparação do próximo Sínodo dos Bispos.